Postado em: 6 de julho de 2021 | Por: Ezequiel Neves

CoronaVac: Yglésio volta a cobrar revacinação de idosos

 

Em decorrência de novos casos de internações graves e óbitos de pessoas com a covid-19, ainda que imunizadas com a CoronaVac, o deputado Yglésio Moyses (PROS), na manhã desta terça-feira (6), voltou a reforçar a necessidade de revacinação de idosos e profissionais de saúde que tomaram as duas doses do imunizante.

“Quando é que a gente vai fazer reconhecimento de que nossos idosos continuam desprotegidos em relação à vacinação? Quando é que a gente vai fazer reconhecimento de quem tá na linha de frente, enfrentando a pandemia, tá desprotegido, porque foram os primeiros grupos a tomar a vacina?”, questionou o parlamentar em tom de cobrança.

O parlamentar vem defendendo a pauta da revacinação há semanas, baseando-se em uma pesquisa preliminar da VEBRA COVID-19, ligada à OPAS/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde), a qual apontou que a CornonaVac não possui eficácia suficiente para proteger idosos com idade igual ou superior a 70 anos.

O resultado apresentado reflete a realidade local, uma vez que há cada vez mais relatos de idosos internados em estado grave e falecendo em decorrência da covid-19, ainda que vacinados com as duas doses da CoronaVac.

Percentual de vacinação na capital – Em relação à vacinação na capital, o deputado vem alertando para a necessidade de uma pesquisa de campo capaz de saber o real percentual de vacinados em São Luís. Segundo Yglésio, vender a ideia de que 80% da população está vacinada não condiz com a realidade das UTI’s.

“Não tem nada pior do que a gente ter a sensação de que a gente não tem uma população, de fato, efetivamente vacinada dentro dos municípios. O tempo em que pessoas do interior e de outros estados vieram pra cá se vacinar já passou. E a gente tá criando um argumento de que, em São Luís, 80% da população tá vacinada com a primeira dose. Se nós já tivéssemos, de fato, com a primeira dose, não teríamos uma lotação perto de 100% nas UTI’s.”, argumentou o parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.