Postado em: 8 de agosto de 2022 | Por: Ezequiel Neves

Oposição criada por Weverton, Roberto Rocha e Bolsonaro já esperam por surra nas urnas maranhenses


Analistas políticos avaliam a situação desconfortável em que se encontra a suposta “frente ampla” formada pelos senadores Weverton Rocha (PDT) e Roberto Rocha (PTB), sob o comando do atual presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

Segundo os analistas, para o Governo do Estado, o grupo de Weverton Rocha teme que o senador não consiga se livrar das ameaças do candidato do PSC, Lahesio Bonfim e torcem para que o pedetista ganhe folego para chegar ao segundo turno com o governador Carlos Brandão (PSB), que na avaliação geral tem vaga garantida na segunda rodada.

Já em relação ao senador Roberto Rocha, a situação é muito mais complicada e sua base não acredita que o petebista alcance o ex-governador Flávio Dino (PSB) que nas pesquisas eleitorais tem se distanciado ainda mais dos seus adversários.

Como se não bastasse, para Presidência da Republica, os aliados de Jair Bolsonaro já esperam que o presidente seja “surrado” nas urnas por Lula (PT), no Maranhão.

Brandão realiza vistorias em obras e visita a 48° Exposição Agropecuária em Codó


O governador Carlos Brandão (PSB) esteve ontem na cidade de Codó em vistoria da reforma de ampliação do Mercado Municipal.

Na ocasião, Brandão também acompanhou as obras de pavimentação asfáltica nas vias urbanas do município.

O governador também aproveitou para almoçar e visitar o Parque de Exposição, onde está acontecendo a 48° Exposição Agropecuária de Codó.

“Vi de perto tudo! Grande espaço de movimentação econômica e aprendizado para o setor, que conta com o apoio do nosso Governo”, disse Brandão.

Postado em: 4 de agosto de 2022 | Por: Ezequiel Neves

Desgastado e mal nas pesquisas, Roberto Rocha oficializa hoje sua candidatura ao Senado


O senador Roberto Rocha deve homologar a sua candidatura ao Senado Federal, na tarde desta quinta-feira (04), durante convenção do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) que acontecerá na Santorini Eventos, no bairro Olho D’água.

Roberto Rocha tem enfrentado dificuldades em colocar em prática a seu projeto político no Maranhão. Envolvido em polêmicas com os candidatos ao governo do estado, Edivaldo Holanda Junior (PSD) e Lahesio Bonfim (PSC), a estratégia da “Frente Ampla” não vingou, o que desgastou ainda mais a sua imagem com o eleitorado maranhense.

Rocha também já foi acusado de tentar tomar o Partido Liberal do Josimar Maranhãozinho, isso faz com que o senador não seja bem-visto pelos membros do PL, a exemplo da deputada Detinha, que não suporta a sua presença e nem apoia a sua candidatura.

“Lula continua amplamente favorito”, comenta Dino sobre resultado da pesquisa Genial/Quaest

 


O senador Flávio Dino (PSB) comentou sobre o resultado da pesquisa divulgada pela Genial/Quaest em relação a corrida presidencial de 2022.

Segundo o levantamento, Lula aparece com 44% das intenções de voto – 1 ponto percentual a menos que no início de julho –, enquanto Bolsonaro soma 32% – 1 ponto a mais que um mês atrás. A variação dos dois está dentro da margem de erro da pesquisa, de até 2 p.p. para cima ou para baixo.

Para Dino, a variação é considerada normal e Lula continua amplamente favorito.

“Variação de 1 ponto percentual na pesquisa presidencial de hoje. Poucas mudanças relevantes. Lula continua amplamente favorito. Inclusive porque a campanha o favorecerá, com a comparação entre os resultados dos governos”, publicou Dino.

Incêndio em ônibus expõe falta de preocupação de Braide com a população


Não de hoje, a Prefeitura de São Luís tem feito vista grossa para a má prestação do serviço de transporte público na capital, a começar pela falta de fiscalização em relação à estrutura dos coletivos, que têm circulado quase caindo aos pedaços.

Boa parte da frota de ônibus que circula na capital ainda é bastante antiga, sendo muitos deles com mais de 10 anos de fabricação e operação, a exemplo do coletivo, pertencente à Ratrans, que foi tomado por chamas na manhã desta quinta-feira (04), na Avenida dos Franceses.


De acordo com informações, por volta das 5h40, o veículo teve um princípio de incêndio, que se aumentou e tomou o ônibus por inteiro. Apesar da gravidade, nenhum dos 10 passageiros e o motorista saíram feridos.

Não é a primeira vez que veículos da Ratrans pegam fogo. No início de julho, 12 ônibus foram tomados pelas chamas cujo incêndio teve início em um deles. De lá pra cá, nenhuma atitude de fiscalização mais efetiva foi adotada pela Gestão Braide em benefício da população.


Postado em: 3 de agosto de 2022 | Por: Ezequiel Neves

NOVA PESQUISA QUAEST APONTA APONTA VITÓRIA LULA NO PRIMEIRO TURNO


Nova pesquisa presencial Quaest divulgada nesta quarta-feira (3) aponta para uma vitória do ex-presidente Lula (PT) no primeiro turno.

Com 44% das intenções de voto, o petista supera todos os outros candidatos somados: 42%. Jair Bolsonaro (PL) aparece com 2%, Ciro Gomes (PDT) com 5%, André Janones (Avante) com 2%, Simone Tebet (MDB) com 2% e Pablo Marçal (Pros) com 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

Na rodada anterior da pesquisa do mesmo instituto, de julho, a distância entre Lula e Bolsonaro era de 14 pontos. Agora, a diferença é de 12 pontos.Parte inferior do formulário

Segundo turno – Na projeção de um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista aparece com 51% das intenções de voto contra 37% do atual chefe do Executivo.

Na rodada anterior do levantamento, Lula aparecia com 53% das intenções de voto no segundo turno e Bolsonaro com 34%.

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores presencialmente entre 28 e 31 de julho. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro de dois pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-02546/2022.

Bolsonaro critica “linguagem neutra” adotada na Argentina


O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que já havia se posicionado contra a polêmica “linguagem neutra”, utilizou as redes sociais para criticar a Argentina por ter decidido seguir esse caminho.

“Lamento a oficialização do uso da “linguagem neutra” pela Argentina. No que isso ajuda o seu povo? A única mudança provocada é que agora há “desabastecimente”, “pobreze” e “desempregue”. Que Deus proteja os nossos irmãos argentinos e os ajude a sair dessa difícil situação”, destacou.

Bolsonaro aproveitou ainda para criticar a esquerda que estaria, no entender do presidente da República, querendo destruir os símbolos nacionais.

“No Brasil, a esquerda também parece obcecada em destruir nossos símbolos nacionais. Na verdade, essa é apenas mais uma forma de dividir o país, desrespeitando a sua cultura e suas tradições. Respeito se conquista com caráter, com trabalho, com valores, não com essas baboseiras”, afirmou.

Por fim, Bolsonaro voltou a ressaltar quais as prioridades da sua gestão no governo brasileiro.

“Boa sorte a quem acredita que essas são as pautas mais importantes para um povo. Meu compromisso é o de seguir reduzindo a violência, criando um ambiente propício à geração de empregos, acelerando o crescimento da nossa economia e defendendo os valores sagrados da nossa pátria”, finalizou.

De qualquer forma, pelo menos temporariamente, a polêmica da “linguagem neutra” não foi levada adiante no Brasil.