Postado em: 1 de outubro de 2022 | Por: Ezequiel Neves

TÁ CHEGANDO A HORA DA VERDADE; TODO CUIDADO É POUCO NA HORA DE DEFINIR O VOTO PARA GOVERNADOR

 


Chegou a hora de separar o joio do trigo, do eleitor examinar cuidadosamente passado e presente dos nove candidatos envolvidos na disputa do Governo do Maranhão antes de definir o voto. Neste domingo, dois de outubro, o eleitor maranhense deve ir às urnas escolher seus representes no Executivo e Legislativo que tenham compromissos com a democracia e, acima de tudo, com o estados que pretendem comandar pelos próximos quatro anos.

Daí a importância de escolher um bom gestor, que esteja comprometido em resolver os problemas do estado e não com políticos inescrupulosos, que enriqueceram repentinamente sem que haja origem das fortunas e são investigados pela Polícia Federal por suspeita de desviar recursos públicos através de emendas parlamentares oriundas do famigerado orçamento secreto ou pagamento por obras não realizadas, como por exemplo a do Ginásio Costa Rodrigues, no Centro de São Luís.

Já imaginaram o Maranhão nas mãos de suspeito de participação em esquema de corrupção tomando conta de um cofre recheado e que pauta seu projeto de vida pelo patrimonialismo? Ou em candidato que aparece prometendo transformar o estado num paraíso tendo como única experiência a gestão de um minúsculo município, réu em processo que apura desvio de R$ 40 milhões da prefeitura?

Tem candidato para todos os gostos: centro, esquerda, extrema esquerda, direita fascista, porém, existem aqueles que pautam suas lutas em defesa do estado democrático de direito; em ajudar os que mais precisam e possuem passado limpo. Caberá ao eleitor, aquele sempre esquecido no cotidiano, mostrar seu valor, decidir o rumo do estado escolhendo governantes interessados em resolver os problemas mais urgentes das comunidades e não dos “amigos do poder”.

O eleitor não pode se deixar enganar com promessas de candidatos com passado nebuloso, investigado por corrupção e que fizeram da política um meio de sobrevivência, de acumular patrimônio mediante fraude. Chegou a hora de dizer não a essa gente que está na política para enriquecer ilicitamente, que vendem uma imagem de humildade até conseguir seus objetivos. E de gente assim, o Maranhão está cheio. O que não falta é lobo disfarçado em pele de cordeiro.

Portanto, neste domingo, dois de outubro, data que em será realizado o primeiro turno para governo e serão conhecidos os dezoito deputados federais, 42 estaduais e um senador, os mais de cinco milhões de eleitores aptos a votar (exatos 5.042.999) dos quais 4 milhões 403 mil e 760 (87,32%) têm dados biométricos cadastrados (foto, assinatura e digitais) e 639 mil 239 mil (12,68%) não e ainda 735 com nome social habilitado, têm a responsabilidade de eleger um governante ficha limpa, compromissado com o estado, que resolva o problema da falta de infraestrutura e crie condições para a geração de emprego e renda.

Dos nove candidatos registrado, segundo as sondagens junto ao eleitorado, quatro estão efetivamente no páreo na disputa pela passagem ao segundo turno: Carlos Brandão (PSB), Weverton Rocha (PDT), Edivaldo Holanda Junior (PSD) e Lahesio Bonfim (PSC). Os outros cinco candidatos: Enilton Rodrigues (PSOL), Simplício Araújo (SD), Joas (DC), Frankle (PCB) e Hertz Dias, pelos levantamentos estatísticos, cumprem apenas a missão de marcar posição.

O que não falta é opção, mas todo cuidado é pouco na hora de digitar o voto para não ter que passar quatro anos arrependido. É essencial analisar bem passado e presente, pois tem candidato com problemas com a justiça desde a juventude, defensor do famigerado orçamento secreto se apresentando com solução para resolver todos os problemas, que não são poucos, e aliado com presidente de partido investigado pela Polícia Federal por suspeita de desvio de dinheiro público destinado à saúde e educação dos municípios maranhenses, ou seja, um lobo disfarçado em pele de cordeiro. E nem precisa citar o nome.

Postado em: 29 de setembro de 2022 | Por: Ezequiel Neves

Datafolha, votos válidos: Lula, 50%; Bolsonaro, 36%


Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (29), contratada pela Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, mostra a corrida presidencial em votos válidos. Veja o resultado:

Jair Bolsonaro (PL) 36% (35% na pesquisa anterior)
Ciro Gomes (PDT) 6% (7% na pesquisa anterior)
Simone Tebet (MDB): 5% (5% na pesquisa anterior)
Soraya Thronick (União Brasil): 1% (2% na pesquisa anterior)

Os demais candidatos não pontuaram.

Diante desse quadro, não é possível afirmar se a eleição será decidida no primeiro turno, segundo o Datafolha.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Segundo turno

Lula (PT): 54% (54% na pesquisa de 22 de setembro)
Bolsonaro (PL): 39% (38% na pesquisa anterior)

A pesquisa ouviu 6.800 pessoas em 332 municípios entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-09479/2022.

Leia mais no G1

Grazi Massafera declara voto em Lula e detona bolsonaristas “decepcionados”

 

A atriz e apresentadora brasileira Grazi Massafera
Foto: Montagem/Reprodução/Redes Sociais

Na manhã desta quinta-feira (29), a atriz e apresentadora Grazi Massafera declarou seu voto no ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) abertamente em seu Instagram. A apresentadora recebeu o agradecimento do petista, e rebateu as críticas dos eleitores do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL), que se disseram “decepcionados”.

“Passando de vermelho no seu feed pra dizer que o voto é nosso maior instrumento. Quando eu voto deposito na urna todos os desejos de quem sonha com o melhor pra si e pros seus. E o meu voto não é um apoio incondicional, é um voto pela democracia, pelo direito de cobrar, vigiar e fazer críticas, com certeza!”, escreveu Massafera.

“Passando de vermelho no seu feed pra dizer que o voto é nosso maior instrumento. Quando eu voto deposito na urna todos os desejos de quem sonha com o melhor pra si e pros seus. E o meu voto não é um apoio incondicional, é um voto pela democracia, pelo direito de cobrar, vigiar e fazer críticas, com certeza!”, escreveu Massafera.

“Porque o que eu acredito pro nosso futuro é um Brasil sem armas, com educação, emprego, comida no prato, que respeite as minorias e cuide de nossas florestas. O voto é secreto? Pra mim sempre foi, mas quando temos que escolher um lado que significa escolher a humanidade a gente tem pressa e precisa ter esperança já no primeiro turno. Simbora! #LULA13”, encerrou a postagem.

O petista agradeceu o apoio da artista e escreveu: “Obrigado pelo apoio e confiança, Grazi. Vamos construir um Brasil melhor para todos os brasileiros e brasileiras.”

Diversas personalidades brasileiras têm provado do voto útil, e declarado publicamente seu apoio para o ex-presidente. Cantores, jogadores, e influenciadores tem colaborado com a causa.

Após dar seu voto para o ex-presidente e homenagear o candidato usando roupas vermelhas, as mesmas cores do partido, Grazi começou a receber diversas críticas de bolsonaristas. A atriz manteve uma postura forte e contestou os comentários maldosos.

Veja algumas das respostas aos bolsonaristas:

VÍDEO – Xuxa faz o L de Lula: “Amor, respeito e democracia”


Xuxa faz o L de Lula
Foto: Reprodução


A apresentadora Xuxa Meneghel se juntou ao grande grupo de artistas que declararam voto no primeiro turno ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República.

A menos de uma semana das eleições, a atriz e cantora publicou um vídeo nas redes sociais revelando sua opção política.

Xuxa entrou na onda do vídeo em apoio a Lula de mudar o sinal de arma com a mão, uma referência a Bolsonaro, para um “L” de Lula.

Na legenda, a apresentadora foi direta e escreveu: “Primeiro turno. Amor, respeito e democracia”.

Com a declaração de voto, Xuxa se junta a Bruna Marquezine, Julitte, Anitta, Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Gloria Pires, Cleo Pires, entre muitos outros artistas.

Veja o vídeo


Manifestantes interditam estrada da Raposa nesta quinta-feira

 



A manhã desta quinta-feira foi marcada por um protesto nas proximidades do bairro Cumbique, no município de Raposa, localizado na região Metropolitana de São Luís.

A manifestação deixou o trânsito parado no local e, de acordo com as primeiras informações, o motivo é a falta de água no bairro.

De acordo com moradores, mesmo ciente do problema, já são mais de 10 dias sem água, e nenhuma providência foi tomada.

O Blog está com espaço aberto para esclarecimentos dos Órgãos Competentes do Município.

Postado em: 27 de setembro de 2022 | Por: Ezequiel Neves

Ciro briga com irmãos por causa do PT, some do Ceará e diz que levou “facada nas costas”


Os irmãos Gomes: Ivo, Cid e Ciro


O candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) está ignorando o próprio reduto eleitoral, o Ceará, por conta de uma briga familiar envolvendo o PT. Pressionado a desistir de sua candidatura, o ex-ministro resolveu não ir ao estado para evitar os irmãos que estão apoiando o PT no Ceará.

“Recebi uma facada poderosa nas costas. A traição é a cara do momento no Ceará. Resolvi não ir ao meu Estado pela primeira vez. Que o cearense diga lá o que quer fazer de mim”, disse o candidato em entrevista ao site O Antagonista.

A pesquisa Ipec, divulgada na quinta-feira (22), aponta que Ciro tem apenas 10% das intenções de voto no Ceará. Ele está em terceiro lugar no estado onde construiu sua trajetória política, ficando atrás do presidente Jair Bolsonaro (PL), com 18%, e de Lula, com 63%.

O rompimento da aliança de 16 anos entre o grupo de Ciro e o PT no Ceará dividiu a família Ferreira Gomes. Enquanto Ciro ataca o PT, os irmãos dele, o senador Cid Gomes (PDT-CE) e o prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), fazem campanha para o petista Camilo Santana ao Senado e evitam dar apoio a Roberto Cláudio (PDT), que concorre a governador do estado. Numa tentativa de se reaproximar do PT, Cid afirmou que não vai declarar voto para governador.

“Eu vou me preservar nesse primeiro turno para tentar ser esse catalisador, o cupido da renovação dessa aliança”, disse o senador, ao pedir votos para Ciro e Camilo Santana, em Sobral, no início de setembro.

Adversários políticos de Ciro não acreditam em um rompimento na família. O ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE) avalia a situação como um “jogo de cena” para garantir cargos, caso o PT ganhe para governador no Ceará.

“É jogo de cena. Eles não brigam entre eles, não. Eles querem uma boquinha porque perderam o Brasil. O Ciro destruiu tudo, ninguém pode ser ministro de um e nem de outro”, afirmou o ex-senador ao Estadão, fazendo referência a Lula e a Bolsonaro.

“No Brasil e no Ceará, Ciro morreu. O candidato dele não vai nem para o segundo turno. Ele perde para o Bolsonaro feio no Ceará, infelizmente. Então, vai tentar uma boquinha no governo do Elmano via Cid e via Camilo”, completou.

Carlos Lupi, presidente do PDT, disse ao jornal que Cid tem evitado suas tentativas de contato. “Não falo com ele há um bom tempo. Ele se licenciou do Senado. Logo no comecinho (do período eleitoral), liguei para ele e não respondeu. Não voltei a falar”, declarou.

IDOLATRIA: JOVEM FAZ TATUAGEM COM NOME DE “BOLSONARO” NA TESTA E VIRALIZA

 

Foto: Reprodução

Nesta semana, viralizou nas redes sociais o vídeo de um jovem, brasileiro, de 22 anos, que tatuou o sobrenome do presidente da República Jair Bolsonaro. O local escolhido para a tatuagem foi a testa.

O vídeo, divulgado pelo tatuador Leo Caberna no Tik Tok, mostra o profissional desenhando o sobrenome do presidente, limpando a pele do jovem e em seguida iniciando a tatuagem na testa. Durante o processo alguém ainda comenta: “Que isso, mano. O caro está tatuando Bolsonaro na testa”.


“Rapaziada, acabei de fazer a tatuagem aqui do Bolsonaro. Muito braba, fé para nós”, diz o jovem ao lado do tatuador. O vídeo já conta com quase 500 mil visualizações. Em uma live no Tik Tok, o jovem afirmou que ganhou mil reais para tatuar e “percebeu que o dinheiro não irá cobrir o lazer para retirada”. Já o profissional afirmou que outro cliente irá tatuar o nome de Lula na testa nesta segunda-feira (26).

Com informações do Meio Norte