Márcio Jerry: “O impeachment de Bolsonaro é questão de saúde pública”

1:30:00 PM

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falhou no combate à pandemia e seu impeachment é inevitável. Essa é a avaliação do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), atual secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão (Secid). A declaração foi dada em entrevista no programa Ponto & Vírgula, da Rádio Difusora.

“O impeachment é questão de saúde pública. No Brasil, a pandemia só se agrava e a negligência do governo federal causa danos irreparáveis! Se desde o início Bolsonaro fosse coerente com o que prega as autoridades sanitárias, a maioria dos governadores e prefeitos, a situação teria sido mitigada nessa tragédia que temos hoje”, afirmou.

O caos em Manaus e os números de modo geral mostram que o governo federal deixou o Brasil praticamente à deriva no combate ao novo coronavírus. Pela segunda vez consecutiva, por exemplo, desde julho do ano passado, as mortes de um mês superam as do mês anterior.

Enquanto dezembro teve 21.811 vidas perdidas para a Covid-19, do dia 1º de janeiro até às 20h de terça-feira (26), 23.942 mortes foram registradas. No total, 218.918 morreram no país por causa da doença, sendo 1.206 nas últimas 24 horas. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, que levanta a situação da pandemia no Brasil a partir das secretarias estaduais de Saúde.

“Bolsonaro não é maluco, é perverso. Ele prefere que a pandemia continue para evitar manifestações de rua em favor do impeachment. Essa é a natureza de Bolsonaro e seus amigos milicianos e nós precisamos deter essa catástrofe. Ele é ruim para a saúde, economia, geração de emprego. O Brasil não precisa disso”, completou Jerry.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.