Em entrevista, Pavão Filho fala de mudanças no Regimento Interno da Câmara e na Educação

12:46:00 PM


Em entrevista concedida ao radialista Edivaldo Oliveira (Timbira), nesta terça (4), o lider do PDT na câmara, Pavão Filho relatou inúmeras mudanças sobre o regimento interno da câmara municipal de São Luís. O vereador disse que as medidas são para dinamizar o funcionamento do parlamento municipal, primeiro porque você estabelece por exemplo um horário para que a câmara funcione a exemplo de outras casas legislativas, onde praticamente as sessões começavam as dez (10) horas e agora vem para às nove (9) horas, então você tem ai às manhãs destinadas para as sessões ordinárias e você termina as atividades 12 horas até 12h30, você não leva um sacrifício do ponto de vista da alimentação para os funcionários, assessores e vereadores. E a medicina recomenda que você tenha uma regularidade na alimentação até para você tenha uma melhor qualidade de vida, então isso foi bom para todos. outras alterações que tiveram foi em relação ao quorum que antes tinha que ter 11 vereadores para abrir ás sessões e 16 para aprovar a ata, foi invertido, agora você tem 6 vereadores para abrir as sessões e a ata só e lida no horàrio da ordem do dia, você tem todo o pequeno expediente de uma 1 hora para os pronunciamentos, parlamento e dinamizado, tem que ser discutidos as matérias de interesses da população, é parlar, discutir debater, questionar, dinamizou e agora tem que ter uma disciplina com horário isso é bom pra todos. Outra alteração importante foi em relação ao encaminhamento de requerimentos que trata de obras e serviços não são mais discutidos apenas encaminhados por se tratar de questões de interesses da população e reivindicação também. O vereador falou também sobre as transmissões do expediente da câmara divulgado no radio onde estimulou a participação dos vereadores nos debates e destacou que foi uma grande conquista na administração de Astro que foi o programa "Câmara em Destaque" e seguido por Osmar . Foi a primeira câmara do Brasil a alugar um espaço no radio AM, para as transmissões de suas sessões ordinárias durante 3 horas por dia, e agora a câmara está no youtub e você pode acompanhar as sessões em tempo real, onde você estive, até nos Estados Unidos. Outro avanço feito na administração do presidente Osmar. O vereador Pavão mostrou também a sua preocupação com o grande desmonte feito na educação em relação corte e repasse de verba para às Universidades e aos Institutos Federais e Prouni feito pelo governo Bolsonaro. " Se a educação e a principal politica publica, se você corta algo da educação, você compromete todas as outras cadeias da politica públicas , quando a educação vai bem: A saúde vai bem, o meio ambiente vai bem, a geração de emprego e renda aumenta, o índice de criminalidade diminui, a produção agrícola melhora, a tecnologia avança, enfim , a educação é a principal politica publica de qualquer nação. Cortar o orçamento da educação você comprometendo todo o processo de desenvolvimento da sociedade. Você tá blecando uma melhor qualidade de vida à população que ela acontece através da educação, não tem povo desenvolvido sem educação, o mundo inteiro é assim, e lamentavelmente o Brasil é um país que hoje está em uma posição muito vergonhosa na avaliação do Pisa, que uma avaliação internacional de estudantes, dos 70 países, o Brasil é o 59, 63, 66 de acordo com a área de atuação das ciências sociais, nós precisamos mesmo é investir na educação, lamentavelmente, o governo federal através do ministério, cortar dinheiro de Universidades é um crime contra o desenvolvimento do país. É na academia que você desenvolve a extensão, a tecnologia, a ciência, é na universidade. O ministro diz que hoje se gasta 30 mil por ano na universidade pública e uma criança no ensino infantil gasta 3 mil reais, um erro não justifica outro, é preciso é investir na educação infantil e não tirar das Universidades. O governo tem que investir maciçamente é na educação infantil que é base do processo educacional no país. Uma das sugestões dadas ao governo para angariar fundos é criar um fundo especial para a educação, taxando os bancos que lucram bilhões com o suor do trabalhador" enfatizou Pavão Filho.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.