Postado em: 18 de setembro de 2021 | Por: Ezequiel Neves

Vereador bolsonarista que batalhou contra máscaras morre de covid aos 34 anos, depois de se tratar com hidroxicloroquina



O vereador Thiarles Santos, do PSL de Uberlândia, em Minas Gerais, morreu de covid aos 34 anos de idade.

Em um vídeo que publicou em 19 de agosto em seu Facebook, Thiarles criticou servidores públicos da cidade por supostamente espalharem que ele estava internado com a doença.

Na gravação, bastante abatido, afirma que o tratamento era em casa, com hidroxicloroquina “e outras coisas também”.

A covid acomete a todos, “até mesmo aquelas que mais fizeram isolamento e todas estas outras questões como máscara, foram contaminadas. Não tem como escapar desta doença”, afirma Thiarles no vídeo.

“Hoje fui acometido por esta covid e poderia ter acontecido mesmo se eu tivesse ficado em isolamento ou qualquer outra coisa”, prosseguiu, dizendo que jamais tinha deixado de manter contato pessoal com seus parentes.

A assessoria do vereador comunicou seu falecimento através das redes sociais no dia 17 de setembro.

Thiarles havia protocolado um projeto de lei na Câmara Municipal de Uberlândia em defesa da desobrigação do uso de máscaras, no início da pandemia, alegando que o “uso prolongado pode agravar sintomas de pessoas com problemas respiratórios pré-existentes, pois o ar quente dentro da máscara pode dificultar a respiração e desencadear crises respiratórias”.

Dizia o texto que “se a máscara for muito apertada também pode causar ansiedade, alterando padrões respiratórios e causando desconforto”.

Thiarles também informou seus eleitores que só seria vacinado contra a covid depois de todos os moradores de Uberlândia de sua idade receberem o imunizante.

“Mesmo tendo aberto aberto o cadastro para as pessoas da minha idade, 34, irei aguardar toda a população ter acesso a doses da vacina”, escreveu em julho em uma rede social.

Thiarles deixa esposa e quatro filhos.

É o segundo vereador de Uberlândia a morrer de covid.

Em fevereiro, faleceu Drika Protetora, do Patriotas, que havia sido eleita com plataforma de defesa dos animais. Mas, enquanto Drika sempre apareceu nas redes sociais de máscara, Thiarles jamais fez o mesmo.


https://www.viomundo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.