Morre o desembargador Milson Coutinho, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão

10:33:00 AM


Faleceu nesta terça-feira (4), o desembargador aposentado, o jornalista, historiador, ex-presidente as Academia Maranhense de Letras e do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA), Milson Coutinho.
Na vida política, o desembargador  Milson Coutinho foi suplente de vereador em Pedreiras entre os anos de 1982 e 1986, assim como suplente de deputado estadual entre 1967 e 1971.
Milson Coutinho Atuou como procurador-geral do município de São Luís em 1993 e em 1994 ingressou no Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, onde permaneceu até 2009.
HISTÓRIA DE SUCESSO
Nascido no município de Coelho Neto, Milson Coutinho bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal do Maranhão em 1972. Conquistou o primeiro lugar em pontos na média final entre formandos de sua turma.
Como advogado, exerceu por três mandatos o cargo de conselheiro da OAB-MA, foi procurador do Estado e assessor jurídico de municípios, dentre outras funções públicas relevantes.
Foi eleito vice-presidente do TJ em janeiro de 2000. Novamente eleito, exerceu a presidência do Tribunal no biênio 2004-2005. Integrou duas comissões examinadoras de concurso para juiz de direito. Foi vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, em 1997, e presidente de 1998 a1999.
Historiador com vasta produção literária, é membro da Academia Maranhense de Letras, onde ocupa a cadeira nº 15, que teve como patrono Odorico Mendes.
É membro das academias de Caxias, Pedreiras e São Bento de Letras, além da Maranhense de Letras Jurídicas (poltrona do Visconde de Alcântara) e membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.
Foi redator de periódicos e estações de rádio de São Luís e diretor do Arquivo Público do Estado. Ex-professor universitário, Milson Coutinho é cidadão honorário de vários municípios, inclusive da capital.
Foi laureado com diversas medalhas, dentre elas a do “Mérito Timbira”, pelo Governo do Estado; a da “Ordem do Rio Branco”, pelo Ministério das Relações Exteriores; a do “Mérito Judiciário Velloso de Oliveira”, pelo Judiciário estadual e a do Mérito Judiciário Trabalhista “Ordem dos Timbiras”, pelo TRT do Maranhão.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Olá Seja Bem Vindo (a)
Agradecemos pela sua Visita.
Obs: Comentários ofensivos e outros tipos de comentários serão retirados do ar.