Pimenta acusa Bolsonaro de crime de obstrução de Justiça

5:48:00 PM


O líder do PT na Câmara dos DeputadosPaulo Pimenta (RS), cobrou do ministro da Justiça, Sérgio Moro, uma atitude diante do crime de obstrução de Justiça confessado pelo presidente de extrema direita Jair Bolsonaro neste sábado (2). Bolsonaro afirmou que recolheu a gravação que o comprometia no caso Marielle Franco da portaria de seu condomínio, em gesto claro de obstrução de Justiça.
Paulo Pimenta lembrou que, em 2016, Moro vazou ilegalmente áudios de diálogos entre os ex-presidentes Lula e Dilma sob o argumento de que ambos tentavam atrapalhar a Justiça. “Moro vazou para a Globo conversa da presidenta da República sob argumento de que ela iria obstruir a Justiça ao nomear Lula ministro. Esse crime de Moro foi decisivo para o golpe de 2016. Bolsonaro confessou publicamente que recolheu material sob investigação. E agora, Moro?”, disse Pimenta.

Obstrução de Justiça


“Com um inquérito sobre assassinato em andamento, a família Bolsonaro se achou no direito de interferir e recolher material que será usado no processo de formação de provas?! Por muito menos prenderam senador sob acusação de obstrução da Justiça”, comentou Pimenta pelo Twitter.
Na opinião do líder do PT, os brasileiros precisam se preparar para manobras sórdidas da família Bolsonaro e seus apoiadores, com o objetivo de desviar o foco do escândalo criado com a confissão de Bolsonaro.” Preparem-se: de hoje pra amanhã algum dos milicianos vai falar alguma coisa muito surreal para tentar desviar a pauta do debate público. Não adianta: Bolsonaro confessou que cometeu crime de obstrução da Justiça no inquérito que investiga o assassinato de Marielle Franco!”

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Olá Seja Bem Vindo (a)
Agradecemos pela sua Visita.
Obs: Comentários ofensivos e outros tipos de comentários serão retirados do ar.