Postado em: 3 de novembro de 2021 | Por: Ezequiel Neves

Flávio Dino despacha Weverton Rocha e Brandão será anunciado como candidato do grupo

 Flávio Dino está decidido e já teria externado sua opção pelo vice-governador Carlos Brandão

Finalmente novembro chegou trazendo com ele a expectativa sobre o nome que receberá o apoio do governador Flávio Dino e da grande maioria dos partidos que integram a base de sustentação da administração estadual. O chefe do Executivo, apesar de alguns pedidos de adiamento, está decidido colocar um ponto final nesta questão e já teria externado aos demais concorrentes sua opção pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB), a quem tem dirigido elogios e destacado sua amizade, lealdade e dedicação.
Líder da aliança que derrotou a oligarquia mais longeva do país em 2014, reeleito em 2018 logo no primeiro turno e responsável pela renovação da bancada maranhense no Senado Federal, tendo participação direta na eleição dos três senadores, Dino recebeu dos dirigentes partidários em 5 de julho a missão de comandar o processo de sua própria sucessão, passou quatro mês avaliando o perfil dos cinco pré-candidatos que se apresentaram e agora chegou a hora da batida do martelo.
A decisão do governador por Brandão, segundo fontes bem situadas, já teria sido comunicada ao pré-candidato do PDT, senador Weverton Rocha, que insistiu que o fosse levado em consideração o resultado de pesquisa, mas teria sido alertado por Dino que na carta compromisso assinada pelos dirigentes de partidos não consta pesquisa como critério de escolha do indicado para representar o grupo na eleição majoritária de 2022.
O pedetista, que realizou mais um encontro do “Maranhão Mais Feliz” no sábado (30), em Peritoró, mantém silêncio, mas sentiu o golpe ao mostrar certo distanciamento do governo. “O desafio é grande. Mas com diálogo, responsabilidade e união estamos construindo um projeto de desenvolvimento para o nosso estado”, disse sem se comprometer em dá sequencia aos programas e projetos da atual gestão, um dos principais itens da carta compromisso.
Felipe Camarão, lançado por um grupo de dirigentes do PT e já com data marcada, 4 de novembro, para a apresentação oficial de sua pré-candidatura, na casa de eventos Residencial Recepções, também tentou convencer o governador a adiar a decisão, mas foi solenemente ignorado. Flávio Dino decidiu que deste mês não passa, o que será muito positivo para aquele que será o representante da aliança.
Coordenador das articulações que resultará na escolha do candidato da aliança que lidera, Dino está determinado por fim as especulações e começar a trabalhar pelo projeto de manutenção do seu grupo político no poder. E dentro deste contexto, pelo que se comenta nos bastidores da pré-campanha, o vice-governador Carlos Brandão teria vencido a disputa renhida que travava contra o senador Weverton Rocha (PDT).
Como Felipe Camarão (PT) ainda não não sabe se terá o aval da direção nacional para manter a candidatura e Simplício Araújo (Solidariedade) disse neste final de semana durante um evento em Matões que estará junto com Brandão se ele for o escolhido, o vice-governador aguarda apenas o dia em que Flávio Dino o confirmará como candidato da aliança.
Pelo andar das articulações Brandão será candidato a reeleição com o apoio de Dino candidato ao Senado e de uma aliança partidária forte e comprometida em dar prosseguimento aos trabalhos que estão sendo executados pela atual gestão. 

As informações são do Blog do Jorge Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.