Postado em: 23 de setembro de 2021 | Por: Ezequiel Neves

Lucas Porto tem pedido de Habeas Corpus negado pelo TJMA

 


Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), negaram por unanimidade o pedido de habeas corpus em favor de Lucas Porto, condenado a 39 anos de prisão pela morte da publicitária Mariana Costa.

O habeas corpus pretendia verificar a legalidade de ato expedido por Procurador de Justiça, por meio da Portaria GAB/PGJ 3.183/2020, de 02/04/2020, que designou o promotor Marco Aureliano Fonseca para atuar na ação penal a que responde Lucas Porto.

Conforme o artigo 104 do Código de Processo Penal, citado no voto do relator, “uma vez arguida a suspeição do órgão do Ministério Público, o juiz, depois de ouvi-lo, decidirá, sem recurso, podendo antes admitir a produção de provas no prazo de três dias”.

O pedido de Habeas Corpus pretendia rediscutir questão de suspeição de promotor já previamente decidida, porém o desembargador Luiz Gonzaga negou o pedido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.