Postado em: 24 de abril de 2021 | Por: Ezequiel Neves

VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: UM HORIZONTE DE ESPERANÇA

 A esperança está para a Educação como um combustível que a mantém viva em difíceis momentos, como este que estamos atravessando. É a partir da Educação que enxergamos um horizonte de esperança, seja com a formação de indivíduos mais conscientes de seus direitos, por meio de uma aprendizagem transformadora, ou um mundo promissor e melhor para se viver com justiça e equidade.



Steen Larsen, um dos mais renomados educadores europeus, após uma visita ao educador Paulo Freire, em sua residência em São Paulo, escreveu o artigo Pedagogia da Esperança: uma conversa com Paulo Freire, quando destacou as percepções de Freire sobre “sonhos e esperanças”, entre as quais destaco: “Mas nossos sonhos e nossas utopias não se realizam sozinhos. Nós precisamos criá-los, produzi-los, lutar para que se tornem realidades”, observou. Notadamente, não basta sonhar sem movimento, sem batalha.

No Maranhão, mesmo antes do início da distribuição da vacina contra a Covid-19, o governador Flávio Dino trabalha, intensamente, para garantir a imunização do maior número de maranhenses possível para conter a pandemia no Estado, somado a outras medidas estratégicas, implementadas até aqui. Nesse contexto, cabe frisar que os profissionais da educação sempre estiveram entre os grupos prioritários para a vacinação.

Desde o dia 20 de abril, vemos sonhos realizados e esperanças renovadas por todo o Estado, com a chegada da vacina aos profissionais da Educação. Em cada ponto de vacinação, desse imenso Maranhão, vemos lágrimas, sorrisos e expressões de esperança por um futuro que está, cada vez mais, próximo de todos nós – o retorno às escolas.

Fiz questão de registrar a aplicação da primeira dose em um profissional da educação, ajoelhando-me para captar a melhor imagem pelo celular. Tive a honra de ver a empolgação da professora Ângela Silva, servidora pública de carreira, que completou 61 anos de vida, no dia que recebeu a primeira dose da vacina. “Hoje recebi um dos presentes mais importantes da minha vida, a vacina, que é uma esperança para mim e todos os profissionais do Brasil”, disse emocionada.

Alegria contagiante senti, também, ao ver o vídeo que recebi da professora Maria Gorethe Sousa Santos, gestora da Escola Municipal Monteiro Lobato, em Presidente Dutra. “A gente se sente privilegiada. Muito obrigada, governador Flávio Dino, por ter nos favorecido com essa prioridade para receber a vacina. Isso nos dá a esperança de que nossas aulas presenciais podem voltar muito antes do que se havia planejado. A felicidade é geral!”.

A imunização dos profissionais da escola é fruto da sensibilidade de um governo que trata a educação com a prioridade máxima de gestão. Por isso, nossa expectativa é vacinar 100% dos profissionais de todas as escolas maranhenses.

Em nome de todos que fazem a educação do Maranhão, registro minha gratidão ao governador Flávio Dino e à parceria do secretário Carlos Lula, que, junto com toda a equipe da Secretaria de Estado da Educação, abre um novo horizonte de esperança na Educação, pois, a partir de agora, estamos em contagem regressiva para a abertura progressiva das nossas escolas.

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:17-18.

Felipe Costa Camarão
Professor
Secretário de Estado da Educação
Membro Titular do Fórum Nacional de Educação – FNE
Membro da Academia Ludovicense de Letras e Sócio do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.