Flávio Dino adota medidas contra aglomerações

1:03:00 PM

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou novas pedidas após o avanço do novo coronavírus no Maranhão onde já foram registrados 630 casos positivos, sendo 34 óbitos.
Segundo Flávio Dino, 52% dos leitos de UTI na rede estadual já está ocupado por pessoas contaminadas com a Covid-19 e isso tem ocorrido porque cada vez mais as pessoas estão indo às ruas. “
“Quanto mais gente nas ruas, mais o vírus circula. Quanto mais o vírus é levado pelas pessoas para as suas casas, mais pessoas são contaminadas”, disse.
Com 94 % dos casos registrados na Ilha de São Luís, o governador fez um apelo à população da Região metropolitana.
“Eu venho convocar todos os maranhenses, mais especialmente os maranhenses da ilha de São Luís para uma guerra contra esse aumento de casos. Nós não podemos permitir o estrangulamento do nosso sistema de saúde”, disse.
Flávio Dino anunciou a intensificação da fiscalização, principalmente contra as aglomerações nos bancos.
“Nós estamos intensificando a fiscalização e começando a aplicar as sanções, principalmente nos bancos, onde determinei equipes exclusiva para fiscalização nos bancos, mas é preciso que as pessoas respeitem a distância de 2 metros. Recebi um ofício do Banco Central informando que a situação nos bancos é com eles e eu respeito”, disse o governador acrescentando que os bancos terão 72 horas para cumprimento das medidas.
O governador também determinou que os supermercados reduzam a quantidade de pessoas à metade da sua capacidade.
“Determinei que casa supermercado só pode receber a metade da sua capacidade, inclusive nos estacionamentos para diminuir a quantidade de pessoas nos supermercados, além da retirada da metade dos carinhos de compra e a entrada de apenas uma pessoa por família. As pessoas estão usando os supermercados como se fosse um shopping center e não é. Não é passeio e as pessoas e acabam pegando o coronavírus. Nós estabelecemos prazo de 48 horas aos supermercados se adaptem à essa norma”, disse.
Flávio Dino descartou a possibilidade de adotar o lockdow neste momento, pois não há base científica para isso no momento, mas disse que essa medida será inevitável caso a ocupação dos leitos de UTI alcance 80% no Maranhão.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.