Diego Galdino desabafa após crítica a respiradores

11:46:00 AM

O secretário de Governo do Maranhão, Diego Galdino, postou um desabafo nas redes sociais após a divulgação de críticas, acerca dos respiradores adquiridos pelo governo do Maranhão em parceria com a iniciativa privada.
Galdino relatou a operaçào bem-sucedida para transporte dos 107 respiradores da China para o Maranhão.

“Não sou político, sou técnico. Não tenho costume de responder comentários de redes sociais, mas dessa vez é necessário! Infelizmente muita gente ainda não entendeu, mas estamos vivendo um cenário de guerra. Passamos as últimas noites em claro em virtude da operação bem-sucedida para trazer 107 respiradores da China para o Maranhão. Fuso horário diferente, preocupação que a carga fosse parada na Europa, nos EUA ou em qualquer outro lugar do mundo. Conseguimos! “, disse.
Segundo Galdino são equipamentos de saúde, testados, funcionando, feitos para salvar vidas e que salvaram vidas na China e salvarão no Maranhão também.
“Temos muito o que comemorar sim! São 107 pessoas, no mínimo, que poderão utilizar esses respiradores, que terão mais uma chance. Do total, 100 são bem modernos, 7 são de guerra construídos pela China para, repito: cenário de guerra! São equipamentos de saúde, testados, funcionando, feitos para salvar vidas. Salvaram muitas na China e salvarão muitas no Maranhão! Técnicos competentes e sérios concordam com o uso dos respiradores. Inclusive dos 7 que estão sendo criticados.”, acrescentou.
Ao final do seu desabafo, Diego Galdino conclamou aos que estão criticando que ajudem e que não criem pânico.
“Lamento que haja pessoas que parecem ignorar que há uma pandemia mundial e muita escassez de produtos em escala mundial. Para os que estão criticando, faço um convite: ajudem! Não gerem pânico, não criem alarde sem necessidade e fiquem em casa”, finalizou.
.
“Na guerra, procure ajudar”
Diego Galdino

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Olá Seja Bem Vindo (a)
Agradecemos pela sua Visita.
Obs: Comentários ofensivos e outros tipos de comentários serão retirados do ar.