Rodoviários dizem que não são responsáveis pelo aumento das passagens; segundo a nota, o reajuste está previsto na licitação

10:42:00 PM


O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaías Castelo Branco, divulgou nota, neste sábado (15), descartando a possibilidade de a categoria ter anunciado greve para favorecer o reajuste de tarifas por parte da Prefeitura de São Luís.

Os novos valores entrarão em vigor madrugada deste domingo, segundo anúncio da SMTT. O valor da tarifa nas linhas não integradas passa de R$ 2,95 para R$ 3,20 (um aumento de 8,47%), enquanto as linhas integradas, com passagem a R$ 3,40, terão o valor de R$ 3,70 (um aumento de 8,82%).

Segundo o presidente, a categoria não pode ser responsabilizada pela decisão tomada pelo município. Diz que a greve seria deflagrada porque os empresários não estavam dispostos a conceder direitos, por meio da Convenção Coletiva de Trabalho.

“O reajuste das passagens de ônibus, no começo de todo o ano, é uma das cláusulas que está contida na licitação do transporte público, que foi reprovada pelo Sindicato dos Rodoviários do Maranhão”, ressalta a nota.

Os rodoviários reafirmam que o movimento de greve era legítimo e que estavam em prol de seus direitos. “O que de fato nos surpreendeu, foi esse reajuste ser anunciado, exatamente, poucas horas depois de Rodoviários e empresários chegarem a um consenso”, conclui.

Leia a íntegra da nota

Sobre o reajuste das tarifas no transporte público de São Luís, comunico a toda população da capital, que nós, trabalhadores Rodoviários, não podemos ser responsabilizados pela decisão que foi tomada pelo município.

Estávamos sim, prestes a deflagrar greve no sistema, por conta do desrespeito dos empresários com a nossa categoria, que não se mostravam dispostos a conceder nossas garantias, por meio da Convenção Coletiva de Trabalho, que estabelece todos os nossos direitos.

O reajuste das passagens de ônibus, no começo de todo o ano, é uma das cláusulas que está contida na licitação do transporte público, que foi reprovada pelo Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, durante a etapa de discussões com as entidades, órgãos e empresas envolvidas e mesmo assim, ela foi executada pela Prefeitura de São Luís.

Reafirmamos! Não somos culpados pelo aumento das passagens de ônibus em São Luís. Nosso movimento era legítimo. Estávamos lutando em prol de nossos direitos. O que de fato nos surpreendeu, foi esse reajuste ser anunciado, exatamente, poucas horas depois de Rodoviários e empresários chegarem a um consenso.

Se a intenção era nos prejudicar, nos difamar, não vão conseguir, pois estamos do lado da verdade e acabamos sendo pegos de surpresa, igualmente o usuário do transporte público.

Isaias Castelo Branco
Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Olá Seja Bem Vindo (a)
Agradecemos pela sua Visita.
Obs: Comentários ofensivos e outros tipos de comentários serão retirados do ar.