Mãe matou o filho por ele ser gay e foi condenada a 25 anos

4:36:00 PM

Dias antes do crime, o filho de 17 anos havia denunciado as agressões que sofreu da mãe, que não aceitava o facto de ele ser homossexual

Um tribunal de júri condenou a 25 anos e 8 meses de prisão em regime fechado Tatiana Ferreira Lozano Pereira, acusada de matar o próprio filho, Itaberli Lozano, de 17 anos, em Cravinhos, no interior de São Paulo. Dias antes do crime, o filho havia denunciado as agressões que sofreu da mãe, que não aceitava o facto de ele ser homossexual, relatou a imprensa brasileira. O próprio Ministério Público argumentou que o crime foi motivado por homofobia.
Outros dois envolvidos no crime, Victor Roberto da Silva e Miller da Silva Barissa, foram condenados, cada um, a 21 anos e 8 meses de reclusão. As defesas vão recorrer da sentença. O homicídio ocorreu em dezembro de 2016 e teve contornos macabros.
Farto de sofrer agressões da mãe, o jovem foi morar com a avó. Mas, num certo dia de dezembro de 2016, a mãe atraiu-o à sua casa com o pretexto de fazer as pazes. Já no interior da casa e com a ajuda dos seus dois cúmplices - um deles, o padrasto do rapaz - Tatiana espancou Itaberli e esfaqueou-o várias vezes no pescoço. Segundo a acusação do Ministério Público, depois de constatar a morte, Tatiana pediu ajuda ao marido, padrasto de Itaberli, para se livrar do corpo. O cadáver do filho foi levado a um canavial e incendiado.
Tatiana só notificou a polícia sobre o desaparecimento de Itaberli oito dias depois do crime. Foi necessária perícia para a identificação do corpo parcialmente carbonizado. Durante o seu depoimento, Tatiana chegou a dizer que "não aguentava mais ele". Mas sempre negou que fosse homofóbica com o filho.
A mulher foi condenada por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O julgamento do padrasto do jovem, Alex Canteli Pereira, foi adiado porque o seu advogado, que também defendia a mulher, deixou o caso alegando conflito de interesses. Pereira responde pelo crime de ocultação de cadáver.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.