Moro tenta "normalizar absurdas violações", diz Flávio Dino

11:27:00 PM


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou o depoimento do ministro Sergio Moro à Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Acusado de colaborar ilegalmente com os procuradores da operação Lava Jato no período em que era juiz federal, Moro participou de audiência com os senadores nesta quarta-feira (19). O escândalo foi revelado pelo The Intercept Brasil.

Para Dino, depoimento de Moro "foi péssimo" como narrativa
“Sergio Moro pode ter produzido uma peça política ontem, ao ir depor no Senado e aparentemente sobreviver. Mas como narrativa jurídica aquilo lá foi péssimo”, escreveu Dino no Twitter. De acordo com o governador – que também foi juiz federal –, Moro “se limitou a esconder-se na suposta ilicitude das provas e tentou normalizar absurdas violações ao dever de imparcialidade”.

Na próxima terça-feira (25), a 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) volta a julgar a suspeição de Moro nos processos da Lava Jato e o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente Lula. De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha de S.Paulo, a Corte está sob pressão e deve adiar a análise do caso. 

Como será a última sessão da 2ª Turma no semestre, o julgamento pode ficar para agosto. Edson Fachin e Cármen Lúcia já votaram – os dois ministros rejeitaram o pedido de habeas corpus. Os três outros integrantes da STF que julgarão o caso são Celso de Mello, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Olá Seja Bem Vindo (a)
Agradecemos pela sua Visita.
Obs: Comentários ofensivos e outros tipos de comentários serão retirados do ar.