Bolsonaro fala em ‘ponto final’, mas Carlos continua a atacar Mourão

7:46:00 AM

Jair Bolsonaro ao lado de seu filho, Carlos Bolsonaro

PODER360

O porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, disse em pronunciamento nesta 3ª feira (23.abr) que o presidente Jair Bolsonaro quer colocar 1 ponto final na discussão entre o seu 2º filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), e o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.
Segundo Rêgo Barros, contudo, o presidente sempre estará ao lado do filho: “Carlos foi um dos grandes responsáveis pela vitória nas urnas, contra tudo e contra todos”. Disse ainda que “Mourão é o subcomandante do governo e terá a consideração e o apreço do presidente”.
Carlos resolveu não atender o pedido de seu pai e usou o Twitter para provocar novamente o general Mourão. Pouco tempo depois da fala do porta-voz, Carlos afirmou que o vice é 1 “queridinho da imprensa”.
Na tarde dessa 3ª, em resposta a jornalistas, o vice comentou o caso e disse, endereçando ao vereador, que “quando 1 não quer, 2 não brigam”.
O filho do presidente também publicou nesta 3ª feira 1 vídeo de Mourão falando à imprensa sobre a crise na Venezuela. A gravação foi registrada em 25 de fevereiro de 2019 após o vice-presidente ter participado de reunião no Grupo de Lima, na Colômbia.
Mourão afirmou na gravação que a população venezuelana não deveria estar armada, pois isso poderia causar uma guerra civil no país. Segundo o vice-presidente, 1 conflito interno na Venezuela seria “horrível” para o continente.
“Quando a única coisa que lhe resta é o último suspiro de vida, surgem estas pérolas que mostram muito mais do que palavras ao vento, mas algo que já acontece há muito. O quanto querer ser livre e independente parece ser a maior crueldade para alguns”, escreveu Carlos.
O vereador ainda publicou em seu perfil no Twitter o convite ao vice para uma palestra proferida em Washington, nos Estados Unidos. No texto anunciando o evento, há uma crítica ao governo de Jair Bolsonaro.

OLAVO VOLTA A CRITICAR MILITARES

Olavo também voltou a criticar os militares com presença importante no governo. Em vídeo publicado no YouTube, o astrólogo questionou a lealdade do setor ao Planalto.
A gravação foi veiculada 1 dia depois de Bolsonaro dizer, sobre Olavo, que suas recentes declarações contra integrantes dos poderes da República não contribuem para a unicidade de esforços e o consequente atingimento dos objetivos propostos pelo nosso projeto de governo”.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.